O relatório 'A New Textiles Economy: Redesigning fashion's future' identifica o atual modelo extrair-transformar-descartar da indústria da moda como sendo a origem de seus problemas ambientais e perdas de valor econômico. A cada segundo, o equivalente a um caminhão de lixo de materiais têxteis é enviado para aterro ou incinerado. Estima-se que USD 500 bilhões em valor sejam perdidos todo ano devido ao fato de roupas serem pouco utilizadas e raramente recicladas. Se nada mudar, até 2050 a indústria da moda terá gasto um quarto do orçamento de carbono mundial. A lavagem de roupas libera meio milhão de toneladas de microfibras plásticas no oceano todo ano, o equivalente a mais de 50 bilhões de garrafas plásticas.

Portuguese Social Graphics White Figure 3

O que podemos fazer para mudar essa realidade?

Esse relatório pioneiro estabelece uma visão para um sistema que não apenas interrompe essas tendências prejudiciais, como aproveita o poder criativo da indústria da moda para desenvolver uma nova economia têxtil. Em tal sistema, as roupas são projetadas para serem usadas mais e por mais tempo. Novos modelos de negócio permitem que as roupas sejam alugadas, revendidas ou recicladas com maior facilidade. E nenhuma sustância tóxica ou poluente é liberada quando as roupas são produzidas e usadas.

Ambições para uma nova economia têxtil

Portuguese Social Graphics White Figure 5

O relatório foi possibilitado pelo apoio de líderes da indústria, incluindo H&M Group, Lenzig e Nike Inc. como Parceiros Chave e a C&A Foundation como Parceira Filantrópica. Mais de 40 outras marcas influentes, empresas líderes, ONGs, órgão públicos e especialistas também endossaram e contribuíram para o relatório.

Arquivos para baixar

O relatório completo que deu origem à iniciativa Make Fashion Circular e o seu resumo executivo estão disponíveis para download, abaixo, em inglês.

Title
Size

We have detected that you are using an older browser. Please update to the latest version of Google Chrome, Mozilla Firefox or Microsoft Edge to improve your user experience.

If you are unable to upgrade your browser, please see our Technical FAQ page to get tips on how to improve your user experience.